mmm

onSchedule

Tem uma casa que não usa?

Nós damos-lhe Receita da Casa!

Sobre a

Receita da Casa

Em 2017, a empresa onde a Suse trabalhava foi à falência. Recém-licenciada em arquitetura, percebeu que teria de criar valor noutras áreas para ter uma vida estável.

Estudou o mercado, arrendou dois apartamentos em Coimbra e colocou-os no Airbnb. O sistema resultou. Estudou todas as vertentes do negócio, optimizou-o e montou uma equipa que lhe permite aplicar o seu know-how para rentabilizar casas de terceiros.

Em 2018, decidiu lançar a Receita da Casa. Porque percebeu que há muita gente com casas que são encargos, quando podiam ser ativos.

Hoje, pegamos na sua casa, guardamos as datas em que a queira utilizar e exploramo-la nos dias em que ela está livre. Já imaginou ganhar dinheiro sem ter risco e sem mexer um dedo?

Essa é a Receita da Casa. Que lhe dá receita da sua casa.

Como funciona?

Começámos com um apartamento e fomos crescendo. Tivemos de aprender tudo sobre o negócio. De respeitar cada cêntimo gasto e de o multiplicar. É esse respeito pelo seu dinheiro que prometemos ter quando aplicarmos a Receita da Casa.

Estudamos o seu imóvel

Imóveis diferentes podem ter rentabilidades diferentes. Pode querer que exploremos o imóvel 365 dias por ano ou usufruir dele em alturas específicas. A primeira fase é estudar o imóvel e perceber o retorno previsto.

Disponibilizamos o seu imóvel a turistas

Arrendamos o seu imóvel a turistas durante curtos períodos de tempo. Cobramos uma comissão pela exploração do imóvel e...

Ganha dinheiro (enquanto nós trabalhamos)

Depois disso é só relaxar. Nós tratamos de tudo: trabalhamos enquanto faz dinheiro com um imóvel que estava parado. Parece-lhe bem?

Perguntas Frequentes

Há sempre algumas dúvidas... Mas nós estamos cá para as esclarecer!

1. Quanto cobram para explorar o meu imóvel?

Depende de caso para caso. Estudamos o imóvel, a localização, procuramos o melhor público-alvo para o rentabilizarmos e fazemos projeções dos lucros que podemos vir a ter. Após realizado todo o estudo, propomos-lhe uma comissão de exploração que pode variar também de acordo com os serviços incluídos.

2. Tenho uma casa na Praia ou no Campo, mas quero usá-la algumas vezes por ano. Seria possível rentabilizá-la nestes moldes?

Claro! Essa é uma das grandes oportunidades que queremos que explore. Casas de férias, de família ou outros imóveis pouco utilizados, mas que queira ter à sua disposição em determinados períodos do ano, são precisamente os que mais gostamos de explorar.

3. Quanto tenho de investir?

Depende. Há casos em que não é necessário qualquer investimento. Outros, em que é importante investir um pouco na recuperação do imóvel ou na adequação da casa para que cumpra todas as regras de segurança que lhe permitam explorá-la através de alojamento local. Após análise do imóvel, dar-lhe-emos uma noção de todos os custos que poderá ter e do prazo no qual esperamos recuperar o investimento (caso haja algum).

4. Conseguem monetizar qualquer casa? Ou tem de ter condições específicas?

Não há condições obrigatórias para exploração do imóvel. Pode haver casos nos quais, após análise do imóvel e da localização, cheguemos à conclusão de que não há perspetivas de construirmos um negócio rentável e, nesse caso, não avançaremos para a exploração do mesmo.

5. Quanto é que posso ganhar com o meu imóvel?

Mais uma vez, é impossível responder a esta pergunta de uma forma genérica. É para isso que a fase de análise é essencial antes de iniciarmos a exploração do imóvel. Só iniciaremos essa exploração depois de lhe fazermos uma projeção do retorno e de concordar com ela.

6. Preferia receber uma mensalidade fixa em vez de uma comissão das vendas. É possível?

Sim. Há casos em que podemos pagar uma renda mensal pelo imóvel, em vez de estarmos a trabalhar através de uma comissão. Tem um imóvel que queira arrendar durante o ano inteiro? Fale connosco. Podemos estar interessados!

7. Se vamos ter turistas a entrar e sair do imóvel, isso não vai desgastá-lo demasiado?

Esta é uma das grandes preocupações dos donos dos imóveis. Mas, pela nossa experiência, não corresponde à realidade. Os turistas que viajam através do alojamento local têm, tradicionalmente, um perfil diferente de quem viaja para hotéis. O tempo que passam dentro dos imóveis é bem inferior quando comparados com os arrendatários de arrendamento de longo-prazo. Além disso, o seu imóvel será o nosso produto: garantir que está sempre impecável é essencial para que consigamos atrair mais turistas e ter melhores avaliações. Nesse sentido, terá um controlo de qualidade muito maior do que no arrendamento tradicional.

O que diz quem já tem Receita da Casa

Alguns dos nossos clientes satisfeitos.

a

“Tem sido um verdadeiro gosto lidar com a Suse, pois é uma pessoa séria e justa! Para além disso é dedicada aos hóspedes e tem gosto genuíno em ser anfitriã, por isso vai sempre alcançando os patamares de superhost.”

Teresa Simões, Sãorosas lda. Coimbra
a

“Estou tão contente que passado um ano incentivei a Suse a arrendar outro apartamento no mesmo prédio. É uma jovem que tem sempre as rendas em ordem e eu finalmente estou descansada. Agradeço-lhe do coração.”

Paula Barbosa Coimbra
a

“Era nosso objetivo confiar a exploração da nossa casa a alguém de confiança com a possibilidade de a revisitar com alguma regularidade. Tal tornou-se viável com o modelo de parceria proposto pela Receita da Casa..."

Ângelo Campos Figueira da Foz
a

“Nunca explorámos as casas que temos porque queríamos a flexibilidade de as podermos visitar quando nos apetecia. Tínhamos receio de não conseguir gerir este tipo de arrendamento. (...) Com esta solução conseguimo-lo, enquanto a rentabilizamos sempre que não precisamos dela.”

Fernanda Pascoal Figueira da Foz
a

“Trabalho e vivo em Lisboa e lembrei-me de colocar a minha casa em Coimbra no regime de alojamento local. Seria uma forma de a rentabilizar e de poder dispor do espaço sempre que precisasse. Mas ideias há muitas e esta só foi possível ser uma realidade graças à ajuda dedicada e muito profissional da Receita da Casa.”

Ana Cabo Coimbra

Está interessado? Peça já uma simulação!

Dê-nos informação sobre a sua casa e nós estimamos quanto poderia ganhar.